Desembargador que mandou soltar Lula 'usou magistratura para criar fato político', diz ex-corregedora do CNJ

Eliana Calmon

Menos de 24 horas depois de mandar soltar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o desembargador Rogério Favreto do Tribunal Regional Federal da 4ª Região já era alvo de seis pedidos de abertura de procedimentos no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). 

Leia mais aqui.

Boa leitura!

Comentários