Disputa judicial impede satélite de levar internet a regiões remotas

Empresa amazonense diz que foi preterida no processo de chamamento público; Telebrás escolheu americana para operar 70% do satélite. 

 

Leia mais aqui.

Boa leitura!

Comentários