Streaming de música supera venda física pela primeira vez, índice de confiança do consumidor cai e outras notícias

As notícias imprescindíveis para os profissionais brasileiros.

As notícias mais importantes do momento, selecionadas pelos editores do LinkedIn. Participe da conversa nos comentários abaixo.
 
Música: streaming supera venda física pela primeira vez na história. Segundo relatório da Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI), as receitas conseguidas através da distribuição digital de música superaram as receitas de vendas físicas e de downloads, no mundo todo. O mercado da música como um todo cresceu 8,1%, em 2017, em um reafirmação da recuperação do setor, que ocorre desde 2015. Mas os serviços de streaming tiveram crescimento recorde de 41,1%. Com isso, o streaming foi responsável por 38% da arrecadação total do setor.

Menos otimismo com a economia faz confiança do consumidor cair em abril. O Índice de Confiança do Consumidor, divulgado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), caiu 2,6 pontos ante março, passando de 92 para 89,4 pontos. Segundo a FGV, consumidores de todas as faixas de renda estão menos otimistas com a situação econômica do país, sobretudo pelas baixas expectativas sobre o mercado de trabalho. Desde o começo do ano, o Brasil enfrenta dificuldades de mostrar consistência no ritmo de recuperação, embora o ambiente econômico seja de inflação e juros baixos.

Bons negócios no Brasil puxam lucro global do Santander para cima. O banco espanhol lucrou o equivalente a8,63 bilhões de reais no primeiro trimestre de 2018 — uma alta de 10% ante o mesmo período do ano anterior. O número foi impulsionado pelos bons resultados no Brasil. Por aqui, o lucro atribuído da empresa foi de 677 milhões de euros. O país é o maior mercado do Santander, com participação de 27% do lucro líquido, à frente da Espanha (18%) e do Reino Unido (13%).

Pacote de figurinha vendido no Brasil é o mais barato do mundo. Apesar da escalada de 100% no preço em comparação com a última Copa do Mundo, um levantamento do Santander Brasil inspirado no ‘Índice Big Mac’, mostrou que em nenhum outro lugar dos 42 países pesquisados o produto custa tão pouco. Cada pacote com cinco figurinhas vendido no Brasil custa apenas US$ 0,60 (ou R$ 2,00). Na Suíça, país com as figurinhas mais caras entre os analisados, o mesmo pacote sai por US$ 1,80 (ou R$ 6). Hungria (US$ 1,48 / R$ 5,1), Polônia (US$ 1,40 / R$ 4,80), Romênia (US$ 1,38 / R$ 4,70) e Rússia (US$ 1,35 /R$ 4,60) também apresentam valores elevados.

Real é a terceira moeda que mais se desvalorizou no mundo em abril. A comparação é feita com relação ao dólar, que fechou nesta terça-feira em alta de 0,61%, a R$ 3,4706. Em uma comparação com moedas de outros 47 países, a moeda brasileira só se desvalorizou menos que o bolívar da Venezuela e o rublo da Rússia. A lista, elaborada pelo Broadcast/Estadão, considerou divisas com cotações à vista. A expectativa de mudanças nos juros nos EUA também pressiona outras moedas, mas a situação é atenuada no Brasil pelas incertezas eleitorais.

Ideia do dia: será que o voto é mesmo o único instrumento disponível para melhorarmos o Brasil? A resposta é não, diz Sofia Esteves, presidente do conselho do Grupo Cia de Talentos. Participar de conselhos municipais, investir na sua própria formação política e se engajar em movimentos sociais, por exemplo, são formas de exercer a cidadania antes, durante e depois do período eleitoral.
“Existem diversas formas de exercermos nossa cidadania e fazer valer nossos direitos. Por exemplo, você já pensou em ser presente em espaços de participação social ou até mesmo criar formas e estratégias para influenciar as políticas e decisões públicas? (...) Acredito que essa seja a hora de arregaçarmos as mangas e fazermos a nossa parte também”.

Comentários