Análise | Conjuntura Político - Econômica | março / 2018

Por Nicholas Merlone

Caras(os) leitoras(os), trago, em primeira mão, uma análise político-econômica sobre a Conjuntura que estende no horizonte.

Boa leitura!

Tempo, Gerenciamento De Tempo


PERSPECTIVAS | OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico)

"OCDE prevê crescimento global maior se escalada de tensão comercial for evitada" (InfoMoney)

"Organização ressalta possibilidade de redução da alta caso haja uma "guerra comercial"

OCDE prevê crescimento global maior se escalada de tensão comercial for evitada - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/mercados/noticia/7327906/ocde-preve-crescimento-global-maior-escalada-tensao-comercial-for-evitada
 A matéria informa que a redução dos impostos e o crescimento dos gastos públicos nos Estados Unidos irão favorecer o crescimento da economia global neste e no próximo ano. Porém, a Organização indica que, para tanto, a tensão comercial deve ser combatida.

Nesse sentido...

"OCDE pede diálogo para evitar guerra comercial", comunica o Jornal Estado de Minas.

A OCDE solicitou nesta quarta-feira (14) para que os países dialoguem para previnir tensões comerciais, depois da decisão dos Estados Unidos de aplicar tarifas ao aço e ao alumínio importados.

Em suma...
OCDE prevê crescimento global maior se escalada de tensão comercial for evitada - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/mercados/noticia/7327906/ocde-preve-crescimento-global-maior-escalada-tensao-comercial-for-evitada

Para que haja crescimento na Economia Global, é fundamental que se combata a guerra comercial. Deve ocorrer, assim, o diálogo entre as nações, de modo a evitar o protecionismo e contribuir para a livre concorrência. Como resultado, numa área de comércio livre, sem influências do protecionismo, o desenvolvimento econômico pode prosperar.

VISÃO | OMC (Organização Mundial do Comércio)

"Temer: se não houver diálogo sobre aço, Brasil poderá ir a OMC" (O Globo)

Temer procura dialogar com o Presidente norte-americano, Donald Trump, a respeito das tarifas do aço e alumínios importados.

"Pelos tratados internacionais, as tarifas de importação de aço e alumínio variam de zero a 4,5,%. Subiram para 15% e 10%. Portanto, se não houver uma solução amigável, vamos fazer uma representação à OMC, não unilateralmente, mas com todos os países que tiveram prejuízo. Essa medida coletiva dará mais força à representação — disse Temer, que lembrou que os Estados Unidos é o segundo maior parceiro comercial do Brasil.", segundo o mesmo Jornal.

Em frente...


Ministro da Fazenda | Crescimento da Economia Brasileira em 2018

O Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirma que o Brasil está no caminho de crescimento sustentável, em entrevista nesta quarta-feira (14), em entrevista a jornalistas, antes de sua participação no Fórum Econômico Mundial, em São Paulo. As informações são do G1.

Segundo o Ministro, as causas para a afirmação residem no fato da baixa inflação, o aumento do poder de compra, o combate ao déficit público, bem como a mudança da governança das estatais, para enfrentar a corrupção.

O Ministro prevê o crescimento de 3% para a economia brasileira em 2018. Além disso, uma criação de 2,5 milhões de empregos.

Finalmente, registrou que é importante que o próximo governo mantenha a agenda de crescimento do País.

 Inflação segundo o IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada)

"O Indicador Ipea de Inflação por Faixa de Renda, calculado com base nas variações de preços de bens e serviços pesquisados pelo Sistema Nacional de Índice de Preços ao Consumidor (SNIPC) do IBGE, continua apresentando, em 2018, uma pressão inflacionária menor nas classes mais pobres da população brasileira.", as informações são da Carta de Conjuntura do IPEA.

Na mesma direção...

Inflação segundo a FGV (Fundação Getúlio Vargas)

"Inflação da baixa renda cai 0,01%, em fevereiro, revela FGV.", as informações são do JC.

A seguir, ponto nevrálgico que merece atenção!

Mudança da Governança nas Estatais e Empresas Privadas

No cenário econômico, é preciso que empresas públicas e privadas mudem suas condutas. Sim, é preciso implantar programas de compliance, que não sejam apenas para "inglês ver". É necessário tomar medidas de transparência e ética dos seus atos profissionais. Não obstante, adotar políticas internas que previnam infrações penais e administrativas. Entre outras importantes medidas, é preciso também que, sobretudo, atentem para a legalidade, a publicidade de suas condutas, e a eficiência de sua gestão.

Finalmente...

"Banco Mundial e parceiros promovem encontro ‘Juventudes e Gênero’ no Rio", informa a ONUBR (Nações Unidas do Brasil).

"A inserção dos jovens no mercado de trabalho, a igualdade de oportunidades para mulheres e homens e os desafios para dar voz às juventudes e suas diferentes identidades são o tema do encontro “Juventudes e Gênero”, a ser realizado na quinta-feira (15), no Rio de Janeiro."

Fato!

A preocupação com o futuro dos jovens brasileiros, inserindo-os no mercado de trabalho, deve prevalecer e ser estimulada. Daí, ser necessário, além de dar voz às juventudes, promover a igualdade de oportunidades para mulheres e homens. 

Os jovens são o Futuro do Brasil. Não obstante, não nos esqueçamos dos idosos. Os idosos, em sua época de juventude, contribuíram para o desenvolvimento do País. Mas são os jovens que mudarão o seu futuro, para melhor. Um lugar onde haja não tolerância, mas convivência harmoniosa, compreensão e empatia entre as pessoas. Onde as desigualdades sociais sejam reduzidas. E, onde, por sua vez, a economia possa prosperar, ocorrendo o desenvolvimento econômico sustentável, de modo a favorecer a própria população, o povo brasileiro.
Inflação da baixa renda cai 0,01% em fevereiro, revela FGV - Jornal do Comércio (http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2018/03/economia/614842-inflacao-da-baixa-renda-cai-0-01-em-fevereiro-revela-fgv.html)

Comentários