Polícia Civil desarticula grupo de estelionatários que usavam artimanha para gerar prejuízos a empresas

G1

Polícia Civil desarticula grupo que usava nomes de mortos para aplicar golpe e recupera 30 toneladas de mercadorias

Estelionatários utilizavam artimanha conhecida como 'arara' para gerar prejuízos a empresas. Investigações continuam em Pirapozinho.

Mercadoria de vítima de Pirapozinho foi recuperada pela polícia (Foto: Polícia Civil/Cedida)
Mercadoria de vítima de Pirapozinho foi recuperada pela polícia (Foto: Polícia Civil/Cedida)


Conforme a corporação, os integrantes da associação criminosa utilizavam-se de falsa identidade, de empresas fictícias e nomes de pessoas falecidas para a prática do crime de estelionato conhecido como “arara”. 
 
Leia mais aqui.
 
Boa leitura!

 

Comentários