Repasse de Franquias e Operação Bem Sucedida

"Crescem as ofertas de donos de unidades querendo vender suas franquias. Saiba quais são as regras para esse tipo de transação e conheça as melhores estratégias para fazer um bom negócio."

"Vende-se franquia." O anúncio é cada vez mais comum em jornais ou sites como OLX e Mercado Livre. Isto marca o repasse de franquias que se fortaleceu nos dois últimos anos. Com razão, ocorre a crise econômica no setor. Em caso de sucesso, a transação é boa para as três partes da operação: o vendedor, a rede e o comprador.

Atenção! É preciso estar atento aos riscos que podem se relacionar à causa da venda: o ponto comercial, a concorrência e a operação negligenciada pelo antigo dono.



Inicialização, Start-Up, Cadernos

A seguir, o que fazer para ter sucesso no negócio:

"Entenda como funciona a venda, que precisa contar com o aval da rede"

1) As razões dos repasses

- Franqueado em Fuga

- Franqueado Insatisfeito

2) Quero vender. E agora?

- Coloque a papelada em dia

- Estabeleça o preço

- Trabalhe com o franqueador


---

 Palavra do Vendedor

O franqueador deve atuar como parceiro do franqueado.

---

3) Quero comprar. E agora?

- Avalie as vantagens e desvantagens

- Analise a situação da franquia

- Entenda todos os números

- Veja se vale a pena se aliar à rede

- Faça uma auditoria

 - demonstrações financeiras consolidadas dos dois últimos exercícios;
- situação dos ativos (equipamentos e maquinários);
- saldo do estoque da loja;
- existência de passivos (trabalhistas, previdenciários e tributários)
- situação do contrato comercial (alvarás de funcionamento e pagamento de luvas)

---

Palavra do Comprador

É  bom negócio o que já esteja rolando.

---

4) Entenda o papel da rede.

- Aval obrigatório

- Direitos resguardados

"Ainda que a revenda não seja contemplada na Lei de Franquias (8.955/94), as melhores práticas sugerem incluir cláusulas específicas nos contratos para resguardar os direitos da rede. Há casos em que o franqueador tem a prioridade na recompra de uma loja, podendo transformá-la  em unidades próprias. Outros têm o direito de selecionar e aprovar o futuro comprador a partir de um banco de interessados."

Fonte: Como Fazer Gestão - Franchising. Pequenas Empresas & Grandes Negócios. N. 341. Junho 2017. Ed. Globo. pp. 82 - 85. Adaptado.

Comentários